A importância do volume de negócios ao negociar ações

Muito se houve falar sobre o volume financeiro das ações ou do Ibovespa. É comum ouvirmos notícias do tipo “O Ibovespa fechou em alta de 0,5%, com volume financeiro de R$ 2 bilhões”. Mas o que é o volume financeiro de uma ação e o que ele significa?

Primeiro é preciso entender que o volume financeiro é oriundo do volume de negócios, que de fato, é o que mais importa.

O volume de negócios é a quantidade de ações negociadas em um determinado período, normalmente o dia. Logo, se eu vendo 10 ações da Petrobrás para você e se não houverem mais negócios, o volume do dia foi de 10 ações negociadas.

No momento que escrevo este post, vejo que as ações preferenciais da Petrobrás(PETR4) fecharam cotadas a R$ 50,71 com um volume de 6640 negócios.

O volume de negócios é muito importante pois nos ajuda a compreender até que ponto uma alta ou queda do preço pode ser considerada como surgimento de uma nova tendência nos preços ou não.

Vamos imaginar um cenário onde as ações da Petrobrás valessem R$ 100,00 no começo da semana. Agora imagine que no fim do dia ela tenha sido cotada a R$ 101,00 (alta de 1%), com um volume de 5.000 negócios.

Imagine que no outro dia, estas mesmas ações fechem o dia cotadas a R$ 102,01 (alta de 1%) com volume de 15.000 negócios.

Mais um dia se passa e as ações encerram o pregão cotadas a R$ 104,86 (alta de 2,8%) com um volume de 10.000 negócios.

Até agora temos uma alta acumulada de 4,86% em três dias!

Vamos imaginar mais um pregão altista, onde as ações encerrem o dia cotas a R$ 108,00 (alta de 3%) de um volume de 10.000 negócios.

Para finalizar, imaginemos um dia ruim, onde a ações caiam e terminem o dia cotadas a R$ 105,84(baixa de 2%) , com um volume de 500 negócios.

Seria correto dizer que o cenário é negro para as ações da Petrobrás? Não nesse caso. Explico.

Imaginando que o primeiro pregão tenha sido numa segunda-feira, você teria chegado na quinta-feira com um lucro de 8%! Nada mal.

Pense que na sexta-feira você resolva viajar no fim de semana e precise de algum trocado. Aproveitando-se do bom lucro que teve resolve vender parte das suas ações. Vamos supor que eu tenha feito o mesmo.

É o que se pode “ler” do comportamento dos investidores no cenário acima. Eles se desfizeram de uma pequena parte de suas ações para fazer uns trocados. Nesse caso, um lucro de 8%, ou 7,8%, ou 7,6%, ou talvez 7% não faz muita diferença e por isso eles aceitaram vender um pouco mais barato. Só isso.

Para ser mais claro, vamos supor que você, apenas você, seja o responsável por todos os negócios descritos acima, de uma só vez, com o preço citado. Nese caso, até na quinta-feira você teria comprado 40.000 ações, desembolsando R$ 4.163.750,00. Isso é um fortíssimo indicador de que você acredita na Petrobrás, não?

Voltando ao caso da sexta-feira, imagine que você tenha visto a minha oferta para comprar as 500 ações de você a R$ 105,84. Você pensa: ” R$ 105,84 * 500 = R$ 52.920,00. Acho que dá para tomar uma cerveja”. E me vende.

Isso significa que você perdeu a fé nas ações da Petrobrás? Olhando a variação negativa do preço, talvez sim. Olhando o volume de negócios no dia da queda, com certeza NÃO. Afinal, você ainda tem 39.500 ações da empresa!

Por isso o volume de negócios é importante. Ele indica para que lado a massa de investidores está se movendo. No nosso exemplo, a massa(você) está tendendo a comprar Petrobrás, o que indica tendência de alta no preço.

Essas variações contrárias no preço das ações são muito comuns em fins de semana e feriados prolongados, e como vimos, podem não significar muita coisa se o volume for inexpressivo.

Caso o cenário continuasse assim por muito tempo, começariam a haver dias onde o preço começaria a cair com volumes de negócio maior do que os dias que subissem. Isso indicaria o contrário do que vimos acima.

Por isso, sempre que vir no jornal a notícia de uma alta ou queda, forte ou insigificante, não tome essa informação como verdade absoluta. Procure saber qual foi o volume de negócios para saber como a massa se comportou. Uma leve alta com muito volume é mais importante do que uma grande queda com pouco volume.

Na prática, pense assim: O volume confirma, ou não, a tendência.

Voltando ao volume financeiro que falamos no começo do post, ele é calculado usando alguma fórmula sobre o volume de negócios. Eu não sei exatamente como ele é calculado, e nem vem ao caso. O que importa é que o volume de negócios é um dos componentes da fórmula e as suas variações são proporcionais, sempre. Ou seja, para um alto volume financeiro há um alto volume de negócios.

Eu não gosto de utilizar o volume financeiro em minhas análises pois caso você não tenha dados históricos atualizados/corrigidos ele pode te pregar peças.

Imagine que o nosso indicador de volume financeiro seja a quantidade de negócios multiplicada pelo preço de fechamento da ação. Nesse caso, poderíamos obter o mesmo volume financeiro caso a ação dobrasse de preço e a quantidade de negócios caísse pela metade. É claro que isso não vai acontecer da noite para o dia, mas você pode ter problemas ao estudar uma série histórica.

O exemplo acima nunca aconteceria se você olhasse a quantidade, pois ela é absoluta. Esse é o motivo pelo qual a uso nas minhas análises.

Em breve escrevei novos posts sobre o assunto, abordando alguns indicadores que utilizam o volume para detectar tendências.

5 Respostas to “A importância do volume de negócios ao negociar ações”

  1. Babá Says:

    Muito bom texto, Bojo, continue elucidando nossas dúvidas, ok?
    Abç…

  2. Split de ações - O que nunca te contaram « BB - Blog do Bjornn Says:

    […] Para entender um pouco mais sobre acumulação e distribuição de ações, leia este outro post. […]

  3. Bethdomauro Says:

    Achei pertinente a sua explicação sobre o split. É esse o caso para aquele tantão de ações vale 5, vale sei lá o quê, Petr 66 ou 84 e etc, etc? Aquela da Petr que subiu mais de 4000%, o que é aquilo?

  4. bjornn Says:

    Beth, as PETR66, PETR84, etc, são opções. É diferente de ações.
    Quando uma ação sofre um split ela continua com o mesmo código (PETR4, por exemplo), mas valendo metade (por exemplo) e a quantidade existente no mercado dobra.

    Para entender mais sobre opções, visiste este link: http://www.monacoonline.com.br/blog/?p=26

  5. Jorge G. Silva Says:

    Ficou desta vez bem claro o que quer dizer split // inplit foi uma luz no meu caminho muito Grato. com sua permissao vou passar esta inf. para frente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: