Cuidado com o medo

O medo é uma sensação causada pela insegurança em relação a algo. É uma sensação ruim e que pode causar um bloqueio de pensamento ou atitudes diante de uma situação.

Normalmente a insegurança que causa o medo está relacionada com a falta de preparo para enfrentar a situação encontrada. Isso pode ser contornado adiquirindo-se o preparo necessário, expondo-se gradativamente à situação.

Mas esta semana enfrentei um tipo de medo diferente. Senti medo em uma situação na qual eu teoricamente estava preparado para enfrentar. Isso me preocupou.

A situação aconteceu na quinta-feira quando foi divulgado o preço inicial das ações da REDECARD, uma empresa que iria fazer sua estréia na bolsa.

Sempre que uma empresa vai entrar na bolsa, ou realizar um IPO, ela diz quantas ações irá oferecer e aguarda os pedidos dos investidores. Quando chega na véspera da estréia, levanta-se quantas ações foram reservadass pelos compradores e, se houverem mais pedidos do que ações é feito um rateio.

Explicando: se a empresa oferta 100.000 ações, e, suponhamos, 10 investidores pedem 20.000 ações cada, só é possível atender apenas a metade dos pedidos de cada um, pois 10 * 20.000 dariam 200.000 ações. Isso é o rateio, a grosso modo.

De uma forma geral, quando uma empresa tem um rateio alto, significa que houve grande procura, o que pode significar que a empresa é “quente” e que as pessoas acreditam nela.

No caso da REDECARD, que é líder nas transações com cartão de crédito e débito, eu esperava que houvesse um rateio alto. Mas não foi o que aconteceu. Todos os investidores que pediram até R$ 68.000,00 em ações foram atendidos totalmente.

Quando soube disso fiquei feliz, pois meu pedido(bem abaixo disso) foi totalmente atendido, mas logo depois fiquei com MEDO, pois pensei: “Essa empresa deve ser uma bomba e eu vou sobrar com esse mico na mão.”.

Fiquei assim por uns 10 ou 15 minutos até tomar consciência de que eu havia tomado a decisão por acreditar em mim. Eu havia feito uma análise, me informado e escolhido investir na empresa. Eu leio, estudo e me informo sobre o mercado de ações. E não é de hoje.

Percebi que não deveria julgar minhas ações baseado nas ações dos outros. Constatei que estava preparado para tomar a decisão e assumir o risco. Resolvi acreditar em mim.

Depois de me conscientizar disso fiquei mais tranquilo e aguardei o dia seguinte para ver como seria o desempenho das ações. Vendi com um lucro acima de 20%.

O que percebi nisso tudo é que existe realmente o medo justificado, que é aquele gerado pelo despreparo. Mas no caso acima era falta de confiança mesmo. A minha falta de confiança em mim estava gerando medo.

Sempre que você se encontrar em uma situação onde venha a sentir medo, pergunte-se se você tem condições de enfrentar aquela situação. Pergunte-se se você se preparou para aquilo.

Uma boa dica para saber se você está preparado ou não, é descobrir se você se colocou na situação que está gerando medo ou não. Se você foi até a montanha para uma escalada é provável que você já saiba algo sobre escaladas, tenha conversado com alguém, lido a respeito, etc.

Agora, se um amigo te levou para um “passeio” e de repente, diante da montanha ele disser: “Escale”. Nesse caso, muito provavelmente você sentirá um medo justificado, pois não tem a menor condição de enfrentar o desafio.

Sempre que você se encontrar na segunda situação, permita-se sentir medo, se quiser. Sem culpa.

Sempre que encontrar-se na primeira, procure lembrar-se a razão de estar ali. Procure lembrar-se do que te levou a buscar aquela situação. Provavelmente você descobrirá que tem condições de enfrentar o desafio.

O que devemos ter em mente é que existem riscos e benefícios.  Devemos sempre procurar analisar os riscos e descobrir como neutralizá-los, friamente. Feito isso você estará preparado para agir e não tem o direito de sentir medo.

Quais são os riscos de se escalar uma montanha? Cair. Se perder. Se machucar. Passar mal por falta de oxigênio ou frio.

Como neutralizar cada um desses? A queda pode ser evitada comprando-se cordas e grampos novos. Para não se perder você pode levar mapas e bussólas. Você também pode levar luvas e joelheiras para evitar lesões e pode também comprar roupas adequadas para evitar o frio.

Se você fizer essas duas coisas(descobrir os riscos e como neutralizá-lo) não há razão para o medo. A partir desse momento você poderá ficar confiante.

Você fica confiante quando sabe que caso se perca possui um mapa, uma bússola e comida extra.

Importante: O fato de você mapear os ricos não impede que as coisas saiam errado, mas permite que você possa agir se saírem. E isso é o suficiente para você não “se machucar”.

No meu caso, a minha “superação” ainda rendeu um bom dinheiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: