Como dirigir em ruas alagadas

No verão é muito comum sermos surpreendidos por pancadas de chuva que entornam em poucos minutos o volume de água esperado para dias ou semanas. E normalmente o sistema de drenagem não consegue lidar com o grande volume de água, seja por ser subdimensionado ou por estar cheio de lixo, jogado pela população nas outras estações do ano.

Resolvi escrever este post depois que tive que dirigir em ruas alagadas no fim do ano passado. Tive que passar por um local onde a água ia até algura do pára-choques dianteiro do meu carro.

Gelei no momento que estava passando, pois se cometesse algum erro o carro ficaria parado no meio do alagamento. E eu estava sozinho.

Mas seguindo estas técnicas você também poderá se salvar em situação parecida.

São elas:

  1. Avalie a profundeza do alagamento. Você pode fazer isso observando os carros à sua frente ou objetos estáticos que estejam na área do alagamento. Por exemplo, se você perceber que só vê o guidão de uma moto que está parada em uma calçada, talvez a água esteja alta demais. Uma outra dica é observar os ônibus. Caso a água esteja com a altura de meia roda dele, não prossiga;
  2. Engate a primeira marcha e controle a aceleração usando a embreagem. Ou seja, acelere bastante e deixe a embreagem a meio curso. Com isso você evita que a água entre pelo escapamento do veículo. Nunca troque de marcha ao passar por terrenos alagados;
  3. Mantenha uma distância grande do veículo à sua frente. Assim as “ondas” criadas por ele, não irão aumentar o nível da água para você. 5 ou 10 cm de água a mais podem fazer muita diferença nesses casos. Um outro motivo para manter distância é poder desviar caso ele tenha algum problema. Suponhamos que a pessoa não saiba dirigir em trechos alagados e deixe o carro parar. Caso você esteja muito próximo terá que parar o seu carro, e vai desacelerá-lo, correndo o risco de deixar entrar água pelo escapamento;
  4. Caso você esteja se dando bem ao andar no alagamento, controle-se e não tente ultrapassar os carros à sua frente, especialmente se você tiver uma Pajero e o carro à sua frente for um celta. Como eu disse, 5 ou 10 cm de água podem não ser nada para você, mas para a pessoa que está em um celta com água quase entrando no motor pode ser decisivo. Controle a distância/velocidade utilizando a embragem e o acelerador e respeite o ritmo de cada um;
  5. Sempre que possível, tente fazer o mesmo percurso que os carros à sua frente fizeram. Assim, pelo menos, você sabe que não vai encontrar um buraco pela frente. Viu? Não ultrapasse;
  6. Ao sair do trecho alagado dê algumas bombadas no freio para ajudá-los a voltar ao normal. A água dimuniu a eficiência dos freios, portanto não saia correndo feito um louco ou freie bruscamente, pois eles estarão bem menos eficientes;
  7. Caso a coisa dê errado e o seu carro começar a alagar, saia logo. Caso o carro seja danificado pela água o estrago já vai ser muito grande, portanto é melhor se preocupar com a sua vida. R$ 1.000,00 a mais ou a menos na hora do conserto não vale o risco. Se você tiver seguro então… Deixe afundar;

Gostaria de deixar claro que não é recomendado passar por locais alagados. Só faça isso em caso de extrema necessidade. No meu caso, eu não podia dar ré e percebi que a coisa ficaria pior do que estava, por isso passei.

Uma outra coisa que ajudou a diminuir o meu risco é que se trata de uma rua próxima à minha casa e eu passo nela sempre. Logo eu sabia que não poderia haver nenhum esgoto sem tampa, buraco ou depressão no asfalto que pudesse fazer o meu carro afundar mais.

Caso você não conheça o local, não seja o primeiro carro da fila. Nunca. Como eu disse, caso a rua tenha uma leve depressão de 0,50 cm de altura, com 3 m de comprimento, seu carro será “engolido”.

Espero que você nunca precise usar estas dicas.

🙂

2 Respostas to “Como dirigir em ruas alagadas”

  1. cunhada Says:

    Só um detalhe, não querendo te corrigir, mas é que sei que vc é perfecccionista..No item 7, conserto é com S e nao com C….Sei que vc sabe disso e foi só erro de digitação mesmo..Fala com a Regina que mandei um abraço e nao consegui falar com ela no dia 2

  2. bjornn Says:

    Já foi corrigido. Valeu!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: