Archive for março \26\UTC 2008

Compartilhe suas coisas…

quarta-feira, 26/03/2008

Página inicial do shared stuffO google está com um novo produto beta (como sempre, né?) que permite que você compartilhe reportagens/posts/artigos que você encontrar na net e achar interessante.

Este produto é o Google Shared Stuff. Ao acessar esta página talvez você receba o aviso de que não há nada compartilhado, mas à direita, no canto superior, ha a opção “Sign in”. Faça o login com a sua conta do google e você já será levado para a sua página de coisas compartilhadas.

Compartilhando um item…Depois basta você ir no botão à direita (note o círculo na imagem) e arrastar para a sua barra de favoritos. Isso criará um link que sempre que você clicar irá enviar a página que vc está vendo para o seu shared stuff, ou coisas compartilhadas, conforme a segunda imagem.

O mais legal é que as pessoas podem assinar um RSS e acompanhar as coisas que você está compartilhando. Se você não sabe o que RSS, por hora entenda que é um mecanismo que permite que você seja notificado sempre que um site tiver o conteúdo atualizado.

Os meus itens compartilhados, por exemplo, estão neste endereço. Para visitar a minha página de itens compartilhados, acesse este endereço aqui.

Quem me mostrou isso foi o meu amigo Marcos Toledo, que disponibiliza os shared stuffs dele aqui.

Anúncios

Fim da demissão sem justa causa

terça-feira, 11/03/2008

Estava lendo nesta notícia que o governo pretende acabar com as demissões sem justa causa. Acho isso um absurdo!

Agora você vai abrir um negócio e não vai mais poder contratar e demitir os funcionários que quiser? Você vai ter que tolerar um funcionário com má vontade ou baixo desempenho por causa de uma lei?

Acho que esse medida vai ser um tiro no pé, pois levará ao aumento da informalidade e, imagino, a um grande número de demissões no período antes da lei entrar em vigor. Depois, quando a lei entrar em vigor o patrão recontrata todo mundo de volta como autônomo ou PJ.

Não sei o que os políticos pensam que vão conseguir com uma lei dessas. Um exemplo de tiro no pé também é a lei que diz que um fisioterapeuta não pode trabalhar mais de 6 horas em uma única clínica.

O resultado é que todos os fisioterapeutas que conheço têm 2 empregos e trabalham 12 horas por dia, já que ninguém paga por 6 horas o que ele ganharia em 8.

Quero só ver no que vai dar essa história.