Fim da demissão sem justa causa

Estava lendo nesta notícia que o governo pretende acabar com as demissões sem justa causa. Acho isso um absurdo!

Agora você vai abrir um negócio e não vai mais poder contratar e demitir os funcionários que quiser? Você vai ter que tolerar um funcionário com má vontade ou baixo desempenho por causa de uma lei?

Acho que esse medida vai ser um tiro no pé, pois levará ao aumento da informalidade e, imagino, a um grande número de demissões no período antes da lei entrar em vigor. Depois, quando a lei entrar em vigor o patrão recontrata todo mundo de volta como autônomo ou PJ.

Não sei o que os políticos pensam que vão conseguir com uma lei dessas. Um exemplo de tiro no pé também é a lei que diz que um fisioterapeuta não pode trabalhar mais de 6 horas em uma única clínica.

O resultado é que todos os fisioterapeutas que conheço têm 2 empregos e trabalham 12 horas por dia, já que ninguém paga por 6 horas o que ele ganharia em 8.

Quero só ver no que vai dar essa história.

4 Respostas to “Fim da demissão sem justa causa”

  1. Dui Says:

    Me faz lembrar que eu li no livro “Ação” do Robert Ringer: Ele disse que na nova zelandia o emprego é um direito do cidadão. Mas isso significa que você, como empregador, não pode tirá-lo dele. Você precisa notificar o cidadão, notificar o governo, aí os advogados do cidadão virão negociar uma “taxa de recisão” com você, que varia entre 4 à 6 salários, e ele ainda permanece na sua empresa por 2-3 meses, trabalhando você sabe como (isso se ele não estiver sabotando sua empresa).

    Eu acho que no mínimo o que o governo conseguiria com uma medida assim seria aumentar a taxa de desemprego e informalidade.

    Com certeza essa proposta de lei não foi feita por um economista.

  2. Wellferr7 Says:

    Vcs dois são uns hipócritas, essa sem dúvida vai ser a melhor lei trabalhista e só tem a ganhar o trabalhador, vcs alegam que assim não poderão demitir mais ninguém, mentira se o trabalhador não trabalha é justa causa, ou seja ele tem que trabalhar pra ter o emprego, o que vai acabar e o fim das humilhações que sofrem os trabalhadores principalmente nas estatais como o caso da “CELG”.

  3. Rubens Says:

    Peraí gente, nem tanto ao mar nem tanto à terra.
    Tem um monte de países que criam restrições à demissão indiscriminada, inclusive os EUA; essa convenção da OIT que falam na reportagem não é uma novidade. O Brasil, no que se refere a demissão, tem uma das legislações mais liberais do mundo.

    A idéia é que a empresa pode demitir havendo um motivo para tanto (pode ser, sim, desempenho insuficiente, e até o simples corte de custos, por exemplo), mas quer-se evitar, p. ex., demissões discriminatórias. A idéia é que você pode demitir no interesse da empresa, mas o chefe não é o rei do empregado.

    Não que não haja jeito de burlar isso. Se você cai na desgraça do chefe ele não te demite logo de cara, mas deixa seu nome reservado. Na primeira crise financeira, mandam todos os indesejáveis de uma só vez pra rua, mas aí, se questionarem, tem fundamento pra tanto…

  4. elton henrique Says:

    quero saber as leis que eu posso demitir por justa causa meu funcionarios ,quais as razoes ???

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: